April 2

Top 7 mountain bikes para iniciantes em 2024

Nesse artigo veremos as top 7 mountain bikes iniciantes de 2023 no Brasil. Esse artigo é atualizado todos os anos. Você vai encontrar aqui:

  • O resultado de uma pesquisa séria com TODAS as mountain bikes no Brasil;
  • As bikes que não entraram na lista.

Ao final do artigo você já será capaz de escolher uma MTB iniciante. Mas antes de começar:

2 AVISOS IMPORTANTES:

  1. As bikes do ranking estão na faixa de preço entre R$1500 e R$4000;
  2. Esse não é um ranking de pior para maior, mas sim de mais barata para mais cara. Portanto conforme avança o ranking, avança também o preço das bikes.

Vamos lá:


1. Melhor bike geral: Rockrider ST120

mountain bike rockrider st 120 em perfil com fundo branco

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Shimano Tourney de 21 marchas
→ Suspensão: Btwin genérica de 100mm
→ Pneus: Btwin aro 29″ 2.1
→ Freios: A disco mecânico
→ Peso: 14,5kg no tamanho M
→ Principal ponto positivo: garantia vitalícia de quadro
→ Principal ponto negativo: pelo preço, difícil achar um

Resumo do mercado:

Concorrentes diretas: Oggi Hacker Sport | Groove Hype 21v | Audax Havok SX
→ Preço sugerido: R$1.799 na Decathlon.com.br

Análise:

Começamos o ranking de melhores bicicletas para iniciantes em 2023 com a já lendária Rockrider ST120. E há alguns motivos do porquê dessa bike da Decathlon ser boa e uma excelente opção de primeira mountain bike para iniciantes e continuar no nosso ranking esse ano.

Os componentes dela são realmente confiáveis. Não só a Rockrider ST120 tem freio a disco mecânico e transmissão inteira Shimano Tourney de 21 marchas como também possui pneus Mittas aro 29″.

A Rockrider ST 120 possui  garantia vitalícia de quadro.  Novamente, não tem nenhuma concorrente que ofereça isso nessa faixa de preços. As marcas ultra baratas sequer oferecem 6 meses. Algumas oferecem 90 dias.

Acho que como uma primeira bike para iniciar no esporta ela pode ser ideial. Se você nunca teve uma MTB propriamente dita, vai se surpreender com a qualidade da frenagem dos freios a disco – mesmo que mecânicos – com os aro 29″, os pneus 2.1″ e a suspensão.

Essa é a bicicleta que minha esposa usou para começar a pedalar em trilhas e ela só tem coisas boas a dizer.

> Leia o review completo da ST120 aqui.


2. Caloi Extreme

mountain bike caloi extreme em perfil com fundo branco

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Shimano Tourney de 24 marchas com componentes Microshift
→ Suspensão: Caloi genérica de 60mm
→ Pneus: Caloi genérico aro 29″ 2.1
→ Freios: A disco mecânico
→ Peso: 14,7kg no tamanho M
→ Principal ponto positivo: custo x benefício

Resumo do mercado:

Concorrentes diretas: Groove Hype HD | Oggi Hacker HDS | Rockrider ST500 | Sense Fun Comp
→ Preço sugerido:  por R$2279 na Centauro.com.br

Análise:

A Caloi Extreme é a segunda da lista de top mountain bikes para iniciantes em 2023. A principal razão: está com um excelente custo X benefício e ganha de lavada na questão preço da principal concorrente: a Oggi Hacker HDS.

Mas vamos falar da bik.

Em primeiro lugar o quadro. Mesmo que não sendo vitalício, como os da Decathlon, Groove, Oggi e Audax, o quadro da Caloi Extreme possui 5 anos de garantia.

Outro ponto importantíssimo é o fato de que a Caloi Extreme vem com freios a disco hidráulicos – a primeira mountain bike do ranking de top iniciantes em 2023 com esse componente.

Eles são Logan, nem perto de freios mais sofisticados, mas já melhores que mecânicos. Se você nunca pedalou com bikes com freios assim, vai notar na primeira frenagem a diferença para freios mecânicos.

Uma atualização para a nova versão que a Caloi Extreme recebe que eu gostei muito é uma transmissão de 24v, com cassete Sunrace 11-34v. Ter mais marchas somente não é o único benefício, mas também o fato de que a passagem de marchas nesse cassete de 8v é muito mais sutil.

No mais, ela vem com um conjunto mesclado de peças Shimano Tourney e Microshift M20. A opção pelos componentes Microshift também fazem muito sentido para baratear a bike e deixá-la acessível mesmo com 24 marchas.

Talvez o único ponto negativo seja os pneus genéricos Caloi. Eles andam relativamente bem em estradões, mas deixam a desejar em trilhas mais técnicas. Mas entendo, dado o preço competitivo da Caloi Extreme que entrega um excelente custo X benefício – e por esse preço, um dos melhores do Brasil.


3. Groove Hype 10 21v

mountain bike de iniciante groove hype 10 em perfil com fundo branco

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido com cabeamento interno
→ Transmissão: Shimano Tourney de 21 marchas
→ Suspensão: Groove Genérica com 80mm de curso
→ Pneus: Chaoyang Victory aro 29 x 2.00
→ Freios: Groove Genérico a disco mecânico
→ Peso: Não disponível
→ Principal ponto positivo: design do quadro com garantia vitalícia

Resumo do mercado:

Concorrentes diretas: Oggi Hacker Sport | Audax Havok SX | ST120
→ Preço Sugerido: R$2.399 na Decathlon.com.br

Análise:

A Groove estreia pela primeira vez em 4 anos nesse ranking com a Hype 21v.  E o principal motivo para a Groove Hype 10 21v entrar na lista é seu quadro.

Com cabeamento interno para ambos os câmbios e saída por baixo, a durabilidade dos cabos e a qualidade da passagem de marchas é preservada.

Vale apontar o ângulo do headtube em 68,3º, versus 71º da maioria das bikes nessa faixa de preços, além de vários outros detalhes da geometria do quadro da Groove Hype 21v, que possui garantia vitalícia para primeiro dono

Ainda nos pontos fortes estão os pneus Chaoyang Victory (apesar do nome Victory não aparecer no pneu, é esse o modelo). Eu simplesmente adoro quando uma montadora dá atenção para os pneus na montagem e a Groove acertou em cheio com a escolha de bons pneus para iniciantes.

Os freios da Groove Hype 21v são a disco mecânicos  Esse é o fator que talvez faça muita gente já ir direto nas próximas bikes de nosso ranking de top mountain bikes para iniciantes.

Mas se você quiser um projeto de quadro excelente com garantia vitalícia e ótimos componentes – que podem receber upgrades no futuro – considere fortemente a Groove Hype 10 21v como sua MTB de entrada em 2023.


4. Rockrider ST500

mountain bike de iniciante st500 em perfil com fundo branco

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Shimano Tourney de 24 marchas
→ Suspensão: Zoom 595 de 100mm
→ Pneus: Rubena Kenda Small Block aro 29″ 2.1
→ Freios: A disco hidráulico Shimano MT200
→ Peso: indisponível
→ Principal ponto positivo: Freios hidráulicos Shimano

Resumo do mercado:

Concorrentes diretas: Oggi Hacker HDS | Caloi 29 | Groove Hype 10 | Sense Fun Comp
→ Preço Sugerido: R$2.999,99 exclusivamente na Decathlon.com.br

Análise:

A Decathlon fez um excelente trabalho de posicionar nova Rockrider ST500 como opção de mountain bike de entrada para iniciantes já com freios a disco.

Ela é extremamente parecida com a já citada Caloi 29, e praticamente igual à famosa Oggi Hacker HDS. No entanto, a OX Glide 300 leva vantagem em relação às duas pelos seguintes motivos:

Em relação à Caloi 29, é melhor por oferecer os freios a disco hidráulicos Shimano M200, que mesmo sendo bem simples, são bem melhores que os Logan da Caloi 29. Além disso, a ST500 possui quadro com garantia vitalícia e com opção de quadro tamanho S (15,5),  G (19) e GG (21), enquanto sua rival possui apenas M (17) e garantia de 5 anos.

Em relação à Hacker HDS, a ST500 é simplesmente mais barata, saindo por R$2899. Além disso, a fábrica é a mesma, o que indica que o quadro também muito possivelmente é igual, mudando apenas adesivos e grafismos.

No mais, ela vem com uma suspensão OX genérica (possivelmente Zoom) de 100mm com trava e transmissão Shimano Tourney com cassete Sunrace de 8v, que possibilita upgrades para câmbios mais sofisticados no futuro.

A nova Rockrider ST500 é uma das mountain bikes de entrada para iniciantes com melhor custo X benefício do Brasil.


5. Sense Fun Comp

mountain bike sense fun comp em perfil com fundo branco

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Shimano Tourney de 16 marchas com cassete 11-40
→ Suspensão: RST Gila 100mm com trava no guidão
→ Pneus: Chaoyang Victory aro 29 x 2.10
→ Freios: A disco hidráulico Shimano Altus
→ Peso: 13,9kg
→ Principal ponto positivo: peso e cassete

Resumo do mercado:

Concorrentes diretas: Groove Hype HD | Oggi Hacker HDS | Caloi Extreme | Rockrider ST500
→ Preço Sugerido: R$2.999 na Decathlon.com.br

Análise:

“16 marchas? Você escreveu certo?” Sim. E caso o conceito de ‘mais marchas não quer dizer melhor’ não estiver muito claro pra você, recomendo ler o artigo sobre número de marchas numa bicicleta Como falo lá, o que importa é o alcance.

E esse é o ponto alto da nova MTB Sense Fun Comp em 2023 – uma transmissão Tourney com pedivela duplo e um cassete generoso 11×40.

O câmbio traseiro Shimano Tourney aguenta esse alcance e muita gente já fazia uso de cassetes Sunrace de 8 marchas com 40 dentes com esse câmbio. A Sense foi lá, construiu uma gancheira compridíssima e Voilà: entregou uma bike de 16 marchas com alcance gigante.

Esse detalhe é tão interessante que poderia analisar a Sense Fun Comp só à luz da transmissão. Mas ela é mais que isso.

Com os bons pneus Chaoyang Victory e freios a disco hidráulicos Shimano ST-EF505, ela é uma bike que vai dar conta de praticamente todos os relevos que encarar.

Porém um outro ponto alto que vale destacar da Sense Fun Comp é seu peso final de 13,9kg no tamanho M: é a bike mais leve de nossa lista.

Uma questão que eu realmente não gostei, no entanto, foi o retrocesso que a Sense teve na questão do design e grafismo das bikes. As linhas 2019 eram muito bonitas. Em 2020 a marca ousou e criou alguns desenho bem esquisitos.

Mas parece que para 2022 a Sense foi para o outro extremo e economizou na criatividade. O que vemos são Sense Fun Comp com 3 cores e grafismos bem básicos, encontrados até nas infames GTSM1, Dropp e companhia limitada.

Isso, claro, é opinião minha. Ela vem muito bem montada com a relação como diferencial e quase única nessa faixa de preços de mountain bikes de entrada

No entanto, vale ressaltar que recentemente a Sense subiu o valor da Sense One. Por R$3290, talvez valha mais as bikes da mesma faixa de preço aqui da lista.


6. Rockrider ST520

mountain bike decathlon rockrider st520 em perfil com fundo branco

Resumo da bike:

→ Quadro: Alumínio rígido
→ Transmissão: Shimano Alivio M3100
→ Suspensão: Rockshox Judy TK com 100mm de curso
→ Pneus: Pneus Kenda Small Block 29×2.10
→ Freios: A disco hidráulico Shimano M200
→ Peso: Não disponível
→ Principal ponto positivo: Custo X Benefício

Resumo do mercado:

Concorrentes diretas: Caloi Moab |  Sense Fun Evo | Oggi Big Wheel 7.0
→ Preço:
por R$3999 na Decathlon.com.br (exclusivamente no site)

Análise:

A Rockrider ST520 foi totalmente renovada para 2022. A bike que sempre teve a fama de ter um excelente custo X benefício teve seu preço aumentado, mas com justificativas:

A começar pelo fato de que toda a transmissão foi atualizada. Do Acera anterior para o novo Alivio M3100 com 18 marchas e pedivela duplo.

Mesmo que o pedivela em si tenha tido um aparente “downgrade”, na realidade a tecnologia se manteve do Acera anterior para o novo Altus.

É interessante pois, a primeira vista, a Rockrider ST520 seria concorrente direta de bikes como a oggi 7.0. Mesma transmissão, mesmo quadro, mesma garantia vitalícia e até mesmo preço.

E é isso que faz da ST520 uma bike melhor: com os mesmos 4 mil reais você vem com uma bike equipada com a Suspensão Rockshox Judy TK, ao invés da Logan das Rivais.

Um dos melhores custo X benefício da lista. Grata surpresa e um alivio depois de ter visto uma nova ST100 tão defasada e com preço nada convidativo.


7. Sense Fun Evo

Mountain bike sense fun evo em perfil

Resumo da bike:

→ Quadro: Alumínio rígido
→ Transmissão: Shimano Alivio M3100
→ Suspensão: RST Blaze com 100mm de curso
→ Pneus: Pneus Michelin Force 2.25
→ Freios: A disco hidráulico Shimano M200
→ Peso: 14,4kg
→ Principal ponto positivo: Custo X Benefício

Resumo do mercado:

Concorrentes diretas: Rockrider ST520 |  Sense Fun Evo | Oggi Big Wheel 7.0
→ Onde comprar:
de R$3999 por R$3590 na Decathlon.com.br

Análise:

A Sense Fun Evo fecha nossa lista de top bikes para iniciantes em 2023 com um dos melhores custo x benefício. Há vários componentes que chamam atenção na bicicleta, mas definitivamente o preço é seu ponto alto.

O quadro vem com cabeamento interno e uma garantia robusta de 5 anos. Além disso, é um dos únicos da lista oferecido em três cores diferentes e diversos tamanhos. A geometria do quadro da é padrão para bikes desta faixa de preço, com ângulo de headtube de 69,5º e de seat tube de 73,5º.

A transmissão é composta predominantemente de Alivio M3100 de 18 marchas. A única exceção é o câmbio dianteiro, que vem equipado com o Shimano Altus – algo que serve para baratear a Sense Fun Evo e entregá-la por R$3599.

A Sense Fun Evo é uma bicicleta para iniciantes com um pouco mais de experiência e condicionamento físico. Em outras palavras, ela é para quem já teve uma bicicleta de entrada antes, ou praticava ciclismo de estrada e quer começar no mountain bike agora.

A transmissão Shimano Alivio 2×9 e os freios modelo Shimano M200 são ideais para praticar o esporte com rendimento e segurança.


IMPORTANTE – Leia esses 3 itens:

1- Bikes BOAS que não entraram na lista

Pelo motivo “Custo X benefício ruim”:

  • Oggi Hacker Sport;
  • Oggi Hacker HDS;
  • Audax Havok SX;
  • Audax Havok TX;
  • Audax Havok NX
  • Groove Hype HD;

Vale dizer também que as marcas abaixo SÃO RECOMENDADAS, porém não estão na lista simplesmente porque os modelos desse ranking são melhores:

– Audax
– Soul
– TSW
– GT (Não confundir com GTSM1, GT Sprint, GTK, etc.)
– Schwinn
– Trek
– Cannondale
– Scott
– Specialized
– Entre outras.

Essas marcas oferecem suporte, garantia de pelo menos 5 anos para quadro, redes de autorizadas, entre outras. Não quer dizer que elas não vão dar problemas, só quer dizer que a chance de você ter dor de cabeça com uma delas é muito menor.

2- Marcas não recomendadas

Eu não recomendo as marcas abaixo:

– Dropp
– KSW
– WNY
– Trinx
– South
– Sutton
– Stark
– Spaceline
– Uhuul
– Houston
– GTSM1
– GT Sprint
– Track
– Woltz
– Entre outras…

E para entender melhor isso, leia esse artigo aqui.

Garantia de 90 dias difícil de acessar, peças chamativas (bike “Shimano”, mas quando vai ver é só o câmbio traseiro) com marketing agressivo, nomes copiando as grandes marcas (South e Soul / Spaceline e Specialized / GTS e GT / KSW e TSW / Track Bikes e Trek Bikes).

Como diz um grande mecânico amigo meu: “pague barato, pague em dobro”. Eu gosto de dizer que uma das bikes acima por R$1000 custa mais caro que as marcas renomadas por R$2000.

Para mais dicas de pedal e fotos de mountain bike, siga-me nas redes sociais:


Tags


You may also like

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Direct Your Visitors to a Clear Action at the Bottom of the Page