April 3

Top 7 mountain bikes intermediárias

Nesse artigo veremos as top 7 mountain bikes intermediárias de 2023 no Brasil. Você vai encontrar aqui:
  • O resultado de uma pesquisa séria com TODAS as mountain bikes no Brasil;
  • Uma análise imparcial de quem não está sendo pago por marca alguma;
  • As bikes que não entraram na lista.

Ao final do artigo você já será capaz de escolher uma MTB de nível intermediário. Mas antes de começar:

2 AVISOS IMPORTANTES:

  1. As mountain bikes intermediárias do ranking estão na faixa de preço entre R$3500 e R$7000;
  2. Esse não é um ranking de pior para maior, mas sim de mais barata para mais cara. Portanto conforme avança o ranking, avança também o preço das bikes.

Vamos lá:


1. Sense Fun Evo

mountain bike intermediária Sense fun evo cinza

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio, cabeamento interno, garantia de 5 anos
→ Transmissão: Shimano Alivio de 18v
→ Suspensão: RST Braze 29 100mm com trava
→ Pneus: Michelin Force 29×2.25
→ Freios: A disco hidráulico Shimano MT200, rotores 160/160mm
→ Peso: 14,4kg
→ Principal ponto positivo: Custo x Benefício
→ Principal ponto negativo: Suspensão
Onde comprar: R$3590 na Decathlon.com.br

Análise:

A Sense Fun Evo entra no topo da lista de mountain bikes intermediárias em 2023 com o melhor custo x benefício da lista. Há vários componentes que chamam atenção na bicicleta, mas definitivamente o preço é seu ponto alto.

O quadro vem com cabeamento interno e uma garantia robusta de 5 anos. Além disso, é um dos únicos da lista oferecido em três cores diferentes e diversos tamanhos. A geometria do quadro da é padrão para bikes desta faixa de preço, com ângulo de headtube de 69,5º e de seat tube de 73,5º.

A transmissão é composta predominantemente de Alivio M3100 de 18 marchas. A única exceção é o câmbio dianteiro, que vem equipado com o Shimano Altus – algo que serve para baratear a Sense Fun Evo e entregá-la por R$3599.

Talvez o que tenha deixado a desejar é a suspensão bem simple RST Braze. Novamente: nessa faixa de preço, em 2023, será muito difícil encontrar um bicicleta nova com uma suspensão de maior nível.

Para terminar num tom positivo, vale lembrar que ela possui os excelentes pneus Michelin Force 29×2.25.


2. Rockrider ST520

 

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido 6061 T6 com garantia vitalícia
→ Transmissão: Shimano Alivio de 18v
→ Suspensão: SR Suntour XCM30 com trava no guidão
→ Pneus: Pneus Kenda Saber PRO 29×2.20
→ Freios: A disco hidráulico Shimano MT200, rotores 160/160mm
→ Peso: Não disponível
Onde comprar: por R$3999 exclusivamente na Decathlon.com.br

Análise:

Abrindo a lista no ranking de top MTBs intermediárias de 2021 segue a Rockrider ST520, da Decathlon.

Apesar da bike não ter sofrido nenhuma alteração no seu modelo 2020 para 2021, ela continua tendo a melhor relação custo X benefício de todas as bikes do Brasil.

Acha que eu estou exagerando?

A mountain bike intermediária Rockrider ST520 oferece pneus Kenda Saber na versão Pro e de largura 2.20″. São pneus que eu já usaria sem medo em competições – são inclusive encontrados em bicicletas avançadas.

Os freios a disco hidráulicos Shimano Acera AMT400 da Rockrider ST540 também são superiores e melhoram bastante a qualidade da frenagem.

A transmissão Alivio de 18v é padrão para diversas bikes intermediárias. Na ST540 ela vem numa bike que custa bem menos que as rivais, além do movimento central integrado e suspensão Rock Shox XC30.

Falando da suspensão, é justamente aqui que a ST540 dá um banho em rivais, como a Oggi Big Wheel 7.0 (que oferece uma suspensão genérica Oggi) e a Sense Fun Evo (que vem com uma RST Gila).

Talvez o único ponto negativo seja o headtube/tubo do cabeçote ser over. Ou seja, só aceita suspensões com espiga reta. Não que a XC30 da Rock Shox não aguente o tranco por um bom tempo, mas caso o ciclista queira fazer um upgrade na suspensão no futuro vai ter suas escolhas limitadas a suspensões com essa compatibilidade.

Enfim, se você está atrás de uma boa bike para ir para entrar no mundo das XCO intermediárias e arriscar até uma competição de vez em quando, a Rockrider ST540  da Decathlon é excelente escolha.


 


 

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido 6061 T6, com garantia vitalícia, cabeamento interno do dianteiro
→ Transmissão: Microshift Advent X de 10v, 11-48
→ Suspensão: SR Suntour XCM, 100mm, com trava no guidão
→ Pneus: WTB Ranger Comp 29×2.20
→ Freios: A disco hidráulico Tektro M275, rotores 160/160mm
→ Peso: Não disponível
→ Principal ponto positivo: transmissão
→ Principal ponto negativo: headtube e movimento central

Resumo do mercado:

 Concorrentes diretas: Caloi Explorer Expert| Oggi Big Wheel 7.1 | Trek Merlin 7 | similares…
 Preço sugerido: R$5299,99
→ Onde comprar
: ainda estou pesquisando as melhores opções

Análise:

A Cannondale Trail 5 de 2021 vem com um projeto extremamente parecido com a Trail 4 do ano passado. Algumas diferenças, porém, foram implementadas na nova MTB intermediária para esse ano.

A começar pela inclusão do conjunto Microshift Advent X de 10 marchas, com cassete 11-48. Talvez seja pela dificuldade em acessar o fornecimento de peças da Microshift que as marcas brasileiras ainda não possuem bikes com esses componentes.

No entanto, a Cannondale, assim como diversas marcas renomadas internacionas, inclui na Trail 5 e em outras mountain bikes de nivel intermediário o Advent X de 10 marchas que não deve nada pra ninguém.

Com um pedivela com coroa de 32 dentes ela possui um range enorme para subidas das mais íngrimes e entrega assim uma bike sem câmbio dianteiro.

Mas é no pedivela da Cannondale Trail 5 que talvez more seu calcanhar de Aquiles, já que vem com um central de ponta quadrada – assim como a GT anterior – certamente para baratear o projeto da mountain bike.

No mais, os excelentes WTB Ranger Comp, freios a disco hidráulicos Tektro e garantia vitalícia de quadro para primeiro dono fecham as especificações da Cannondale Trail 5 – a única MTB intermediária nesse preço com uma transmissão 1×10.


Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido 6061 T6, com garantia vitalícia, Boost, com cabeamento interno
→ Transmissão: Shimano Deore M6000 2×10, 26×36, cassete 11-42
→ Suspensão: Manitou M30 Air, 100mm, com trava no guidão
→ Pneus: Pneus Kenda Saber PRO 29×2.20
→ Freios: A disco hidráulico Shimano Deore BR-M6000, rotores 180/160mm
→ Peso: Não disponível
→ Principal ponto positivo: custo x benefício
→ Principal ponto negativo: disponibilidade

Resumo do mercado:

 Concorrentes diretas: Cannondale Trail 5| Oggi Big Wheel 7.1 | Sense Rock Evo | similares…
Preço sugerido: R$
→ Onde comprar
exclusivamente na Decathlon.com.br

Análise:

Atenção: a ST900 aparentemente foi descontinuada. Essa bike não está mais a venda na Decathlon. Sigo acompanhando mais detalhes e, se necessário, substituir a bike do ranking.

Custo X benefício imbatível. Esse é o mote das bikes da Decathlon que talvez provem de seu próprio veneno, já que quase sempre estão esgotadas no site.

De todo modo, a Rockrider ST900 é uma bicicleta com uma relação custo X benefício fenomenal. Mesmo que não tenha recebido nenhuma atualização para 2021 (ainda), ela entraria nessa lista de qualquer jeito.

Vale dizer que o quadro, fabricado aqui no Brasil, é exatamente o mesmo da Oggi 7.3 do ano passado.

Então o que então faz da Rockrider ST900 ter um valor tão bom por esse preço?

A transmissão Deore M6000 2×10 é fantástica e boa parte de suas tecnologias segue na linha Deore M4100 lançada recentemente. O câmbio dianteiro com puxada pela frente graças a rota interna do cabo também fica sem dever nada pra ninguém.

Os pneus Kenda Saber vêm na versão PRO, próprios para conversão tubeless, na largura 2.20, com os ótimos aros AlexRim MD-21, que reduzem e bastante o peso da roda.

Os freios hidráulicos Deore M6000 também já seriam excelentes por si só. Mas a Decathlon foi além e instalou um belo rotor de 180mm na roda dianteira. A suspensão Manitou M30 a ar também melhora demais a pilotagem e controle da mountain bike.

Essas melhorias colocam a Rockrider ST900 no limite do que podemos considerar mountain bike intermediária – ainda assim custando por volta de 5000 reais.

garantia vitalícia de quadro para primeiro dono serve como cereja no bolo.

Se você busca uma boa mountain bike de intermediária para avançada com possibilidade de competir, a ST900 da Decathlon é uma escolha para ser levada beeeem a sério nessa faixa de preços.


 

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido 6061 T6, com garantia de 5 anos, Boost, cabeamento interno
→ Transmissão: Shimano Deore M4100 2×10
→ Suspensão: Suspensão RockShox 30 Silver , 100mm, com trava no guidão
→ Pneus: Maxxis Ikon 29×2.20
→ Freios: A disco hidráulico Shimano MT200, rotores 160/160mm
→ Peso: Não disponível
→ Principal ponto positivo: transmissão e pneus
→ Principal ponto negativo: difícil apontar um claramente…

Resumo do mercado:

 Concorrentes diretas: Cannondale Trail 5| Oggi Big Wheel 7.1| Sense Rock Evo | Trek Merlin 7…
→ Onde comprar
: por R$6499 na Decathlon.com.br

Análise:

Na quinta posição temos a renovada Caloi Blackburn 2021 houve uma batalha a parte. Aqui o embate aconteceu entre essa bike, a Oggi 7.1, Sense Rock Evo e a própria Caloi Explorer Expert.

A opção da transmissão Deore M4100 2×10 com o dianteiro por front pull – por conta do cabeamento interno é sensacional. Mas isso decretaria quase um empate. O que a faz sair na frente de vez são outros pontos ainda mais bacanas.

As duras críticas quanto aos projetos de todas as bikes sem eixo Boost dos anos passados surtiram efeito, e o padrão mais moderno de quadro e eixos se faz presente na Caloi Blackburn

Blackburn possui também quadro com headtube tappered (cabeçote cônico), ao contrário das rivais que vêm com padrão oversize (reto). Como já comentei aqui no ranking, isso possibilita upgrades para suspensões mais sofisticadas no futuro.

Não que a Rock Shox 30 Silver precise ser trocada assim, não. Ela é uma bela de uma suspensão que levará mountain bikers de nível intermediário até para competições.

E diferentemente da Caloi Explorer Expert, que fica devendo por conta dos pneus Vee Rubber, a Caloi Blackburn 2021 vem com os excelentes Maxxis Ikon.


 

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido 6061 T6, com garantia vitalícia, cabeamento interno, Boost
→ Transmissão: Shimano Deore M5100 22v, 2×11, 26×36, cassete 11-42
→ Suspensão: SR Suntour XCR, 100mm, com trava no guidão
→ Pneus: Schwalbe Rocket Rick, 29 x 2.25″
→ Freios: A disco hidráulico Shimano MT200, rotores 160/160mm
→ Peso: Não disponível
→ Principal ponto positivo: transmissão
→ Principal ponto negativo: suspensão

Resumo do mercado:

 Concorrentes diretas: Sense Impact Evo | Oggi Big Wheel 7.2 | ST900 | Trek Merlin 7 | similares…
 Preço sugerido: R$7699,99
→ Onde comprar
: ainda estou pesquisando as melhores opções

Análise:

Se no ano passado você tivesse me dito que eu incluiria não 1, mas 2 Cannondale nessa lista eu não teria acreditado. Mas com o conclomerado Dorel foi possível trazer uma bike desse nível por um preço bem menor que algumas rivais gringas.

E a Cannondale Trail SL 4 é a sexta no ranking de mountain bikes intermediárias de 2021 com especificações que a deixam a um passo de bikes avançadas.

A transmissão Shimano Deore M5100 de 22v está a um patamar acima da ST900 anterior e traz praticamente tudo que era da SLX da versão passada.

O quadro com geometria moderna e agressiva tem cabeamentos internos, o que também possibilita a pegada front pull do câmbio dianteiro.

Ela vem quase impecável e talvez o único ponto baixo seja a suspensão Suntour XCR. Não penso que seja uma suspensão digna de uma bike desse nível. No entanto, como já vimos em várias bikes anteriores, acredito que seja um mal necessário para conseguir viabilizar a Cannondale Trail SL 4 nesse preço.

No mais, quadro com tecnologia Boost (que já é padrão pra praticamente todas as bikes desse preço em diante) e excelentes pneus Schwalbe Rocket Rick.


7. Sense Impact Evo

 

Resumo da bike:

→ Quadro: Aluminio rígido 6061 tripple-butted, com garantia de 5 anos, cabeamento interno, Boost
→ Transmissão: Shimano Deore M6100 22v, 1×12, 32, cassete 10-52
→ Suspensão: Rock Shox Judy Silver TK, 100mm, com trava no guidão
→ Pneus: Michelin Force XC Performance, 29 x 2.25″
→ Freios: A disco hidráulico Shimano MT200, rotores 160/160mm
→ Peso: 13,15
→ Principal ponto positivo: custo x benefício
→ Principal ponto negativo: disponibilidade

Resumo do mercado:

 Concorrentes diretas: Cannondale Trail SL 4 | Oggi Big Wheel 7.2 | ST900 | Trek Merlin 7 | similares…
 Preço sugerido: R$7690

Análise:

Chegamos na última mountain bike intermediária de nossa lista de 2021, a nova Sense Impact Evo.

Diferentemente da Rock Evo que, ao meu ver, errou no projeto, a Sense Impact Evo acertou em cheio em quase tudo. Possui um custo X benefício excelente numa configuração quase digna de ser chamada de avançada.

A bike é relativamente leve, com seus 13,15kg e um quadro que chama atenção por ser tripple butted – ou de tripla espessura, extremamente resistente. Ainda no quadro vale ressaltar o cabeamento interno, o eixo boost e o headtube cônico – requisitos essenciais numa mountain bike intermediária desse nível e preço.

A escolha da suspensão Judy Silver TK é bastante razoável e melhor que quase todas as concorrentes nacionais e internacionais.

A Sense Impact Evo também é a única da lista com uma transmissão de 12 marchas com o novo Deore M6100.

O que acho muito importante de ressaltar aqui, e que acho que pode passar batido pra muita gente, é que por conta dessa transmissão a bike já vem com o cubo no padrão Micro Spline. Ou seja, é possível fazer upgrade para as linhas SLX, XT e mesmo XTR da shimano sem precisar mudar nada na roda.

Esse é o pecado que acho que a Oggi cometeu esse ano, lançando a Big Wheel 7.2 com o Deore inferior de 11 marchas da série M5100.


Outros níveis de bike

Se gostou dessa lista mas não estava procurando por top mountain bikes intermediárias para 2023, mas para outros níveis ou mesmo bikes para outras finalidades, confira esses outros rankings:


Tags


You may also like

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Direct Your Visitors to a Clear Action at the Bottom of the Page