April 12

Review Rockrider ST120 – a MTB iniciante da Decathlon

Neste artigo vou fazer uma análise técnica - e de usuário por 2 anos - da mountain bike Rockrider ST120 da Decathlon. A bicicleta está no catálogo da Decathlon há anos e é um dos seus sucessos de vendas.

Eu analisarei a bike da seguinte maneira:

  1. Visão geral
  2. Quadro;
  3. Suspensão
  4. Transmissão;
  5. Rodas;
  6. Freios;
  7. Conclusão

Vamos lá

1- Visão geral

Ideal paraIniciantes no mountain bike que buscam sua primeira bicicleta de entrada.

Custo X Benefício

A ST120 é líder de vendas da Decathlon há anos e não é a toa: excelente relação custo benefício.

Componentes

Para o preço, é difícil conseguir componentes melhores. Shimano Tourney 3x7, simples, mas eficiente.

Quadro

O quadro da Rockrider ST120 tem garantia vitalícia, mas vem com poucas opções de cores.

Resumo

Depois do preço da ST120 ter disparado durante o boom de 2020 e 2021 (a bicicleta chegou a custar R$2300), ela voltou ao patamar de antes. O preço ainda varia dependendo de sua cor - ao meu ver não faz sentido - mas ainda assim a deixa com o melhor custo x benefício entre as bikes de entrada à venda no Brasil. Transmissão confiável e garantia vitalícia de quadro assinam em baixo. 

Lugar recomendado para compra: exclusivo da Decathlon.com.br

Preço: a partir de R$1799

2- Quadro

A primeira vista, um quadro normal de mountain bike de entrada. Ele não é leve e ajuda a bicicleta a atingir seus 14,5kg de peso total.

No entanto, a Decathlon fez uma coisa que quase nenhuma outra marca de bicicleta faz – principalmente no nível de bikes para iniciantes: deu garantia vitalícia para o quadro.

Isso mesmo. Provado que o uso da bicicleta foi adequado, qualquer trinca ou rachadura encontrada nela, tenha ele acontecido hoje ou em 2050, estará coberto na garantia.

Claro, isso não faz do quadro da Rockrider ST 120 uma peça para competição de Downhill, mas certamente deixa o ciclista mais seguro ao pedalar.

A Decathlon também não disponibiliza a tabela de geometria do quadro da bicicleta – informação muito importante na escolha do tamanho de uma bike.

Ademais, a bike vem em quatro versões (antes, clique aqui para ver todas de uma vez)

Como disse anteriormente, eu não entendo o porquê do preço da toda azul e da azul ser maior. 

3- Suspensão

Review-suspensão-garfo-bike-Btwin-Rockrider-120-ST-decathlon

Boa parte das suspensões de mountain bikes para iniciantes nessa faixa de preço vem com modelos genéricos. A Caloi Explorer Sport possui a suspensão Caloi, a Oggi Hacker vem com a suspensão Oggi, assim por diante.

Não daria para esperar algo muito diferente da Rockrider 120.

Ela vem com uma suspensão genérica Btwin de 100mm de curso. O que é legal, no entanto, principalmente para quem está começando, é que ela vem com trava. Isso é muito útil em subidas ou trechos planos onde a suspensão acaba mais atrabalhando que ajudando.

Achei muito bacana ver que a Decathlon colocou na Rockrider 120 um sistema de trava.

4- Transmissão

Review-transmissão-bike-Btwin-Rockrider-120-ST-decathlon

Caso você não esteja familiarizado, a transmissão de uma bicicleta é composta pelos seguintes itens:

  1. Câmbio traseiro;
  2. Câmbio dianteiro;
  3. Cassete/catraca;
  4. Corrente;
  5. Pedivela e eixo central;
  6. Passadores (mudadores) de marcha.

A transmissão da Rockrider 120 é o Shimano Tourney de 21 marchas. Ele é o grupo de entrada da marca japonesa Shimano que é usado nas bicicletas de mountain bike mais básicas e de uso urbano.

O que não é muito dito a respeito da Tourney, porém, é que ela possui vários níveis de “qualidade” e o da Rockrider 120 é um bastante adequado ao MTB inicial. O assunto Tourney, porém, fica para outra vez.

Com 7 pinhões na catraca e 3 coroas no pedivela, a bike vem com 21 marchas, que eu diria ser o mínimo aceitável para praticar mountain bike em trilhas. Resumindo: um grupo de transmissão decente com uma quantidade decente de marchas. Para o preço, está de ótimo tamanho.

5- Rodas

Review-rodas-bike-Btwin-Rockrider-120-ST-decathlon

Rockrider 120 possui rodas 29″ com aro próprio para freios a disco. Os aros são genéricos Rockrider da Btwin, fato muito comum com bikes dessa faixa de preço.

Os pneus são o Mittas de largura 2.1 e esse é um assunto que vou abordar na seção “comparando com outras bikes” mas já vou adiantar: ele não é formidável, mas é um pneu encontrado em bikes consideravelmente mais caras.

6- Freios

Review-freios-bike-Btwin-Rockrider-120-ST-decathlon

Os freios a disco Promax chamam atenção positivamente. Isso porque é de se imaginar que quem nunca teve uma mountain bike propriamente dita talvez nunca tenha usado freios a disco.

Um parênteses: existem freios a disco mecânicos e hidráulicos. Os hidráulicos são mais sofisticados e os da Rockrider ST120 são mecânicos.

Mas eu te garanto que se você nunca usou freios assim, certamente notará já na primeira frenagem que eles são bem mais superiores que os tradicionais freios V-brake ou cantilever.

7- Conclusão

Existem diversas marcas no mercado com as mesmas configurações. A título de exemplo, temos a Oggi Hacker Sport e a Caloi Explorer Sport. Mesmos componentes, preços (bem) diferentes. Veja:

  • Rockrider ST120: R$1799,99
  • Caloi Explorer Sport : R$3429,00
  • Oggi Hacker: R$1999,00

Além disso, a Rockrider ST120 possui a famosa garantia vitalícia de quadro. 

Fica minha recomendação para que você considere de verdade comprar a bike Rockrider ST120 da Decathlon caso disponha de menos de R$2000 para uma bike e esteja atrás de sua sua primeira Mountain Bike de entrada.


Tags

curate


You may also like

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Direct Your Visitors to a Clear Action at the Bottom of the Page